Comunicação

Notícias

Prefeita Fátima Marinho debate reordenamento do Hospital Regional em reunião da Fermurn

Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira (06), entre os municípios que sediam os hospitais que serão reordenados pelo Governo do Estado, a Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap), o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do RN (COSEMS), o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE), a prefeita de Canguaretama, Fátima Marinho, debateu a reorganização do Hospital Regional Dr. Getúlio de Oliveira Sales e reforçou sua posição contrária à medida.

O encontro aconteceu no auditório da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), em Natal, e reuniu representantes dos sete municípios afetados pelo TAC, entre prefeitos, gestores e equipes das secretarias de saúde. A secretária Municipal de Saúde, Tenízia Paiva, também participou do encontro. Na oportunidade, Fátima Marinho voltou a criticou o reordenamento: “Eu acho que o ideal seria não reduzir atendimentos dos hospitais, até pela dificuldade de acesso a serviços de saúde no interior. A partir do momento que se reordena o propósito desses hospitais, isso afeta principalmente as pessoas mais pobres, que têm que se locomover ainda mais em busca de atendimento. Penso que deve haver um consenso, pois o impacto será grande e o acesso à saúde será comprometido em muitos municípios, incluindo Canguaretama", reforçou a prefeita durante sua fala no encontro.